top of page

Devir Educom leva quatro ações para 1a Semana Brasileira de Educação Midiática

Atualizado: 28 de out. de 2023




Atividades das oficinas do projeto Memórias em Rede em escolas e centro de acolhimento de Santos-SP


Saber produzir e consumir informação são desafios que movem o Instituto Devir Educom ao contribuir com a formação de crianças e adolescentes. Nesta semana (23 a 27), a instituição participa da 1a Semana Brasileira de Educação Midiática, do governo federal. Como parte da programação nacional do evento serão realizados o curso ‘Jornalismo e educação midiática no combate à desinformação’ e três ações do projeto ‘Memórias em Rede’: podcast ‘MemóriasCheck’, com alunos de escolas municipais; e oficinas ‘Fato ou Fake?’ e ‘Dona Lorota e sua viagem no Rio da Internet’, desenvolvidas para a entidade Casa Vó Benedita.


O uso responsavel das mídias é tema frequente nas oricinas do projeto Memórias em Rede


O curso aborda conceitos e práticas da educação midiática, habilidades para lidar com a mídia sob o olhar do Jornalismo e com orientações de combate à desinformação. Eixos da escrita, da leitura, da literacia, além da participação nos canais de mídia e do compartilhamento também estão no cronograma. À frente da ação está a professora e doutoranda em Jornalismo, Ivone Rocha - uma das gestoras do Devir.


O curso também faz parte das atividades da 20a Semana de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação (Sepex) da Universidade Federal de Santa Catarina e integra as atividades do grupo de pesquisas Nephi-Jor do Programa de Pós Graduação em Jornalismo dessa mesma instituição (PPGJOR/UFSC). É destinado a estudantes e profissionais da área, e demais públicos que buscam orientações sobre uso responsável dos canais de mídia. Jornalismo brincante - Nas oficinas desenvolvidas com crianças da Casa Vó Benedita e alunos adolescentes das escolas municipais Vinte e Oito de Fevereiro e Avelino da Paz Vieira ocorrem, semanalmente, debates, práticas de fotografia, edição de vídeos, entrevistas, reportagens, mídias digitais e vivências. Tudo isso já faz parte do projeto Memórias em Rede para auxiliar crianças e jovens a serem protagonistas na construção do seu conhecimento.

E para marcar a Semana Nacional será produzido o podcast ‘MemóriasCheck’ pelos próprios jovens das escolas municipais, que falarão sobre educação midiática, ratificando neste espaço o que foi absorvido nos encontros com a equipe do Devir. Em ‘Dona Lorota e o Rio da Internet’, as crianças da creche Casa Vó Benedita desenvolverão o raciocínio crítico a partir de contação de histórias; e na oficina Fato ou Fake, crianças e adolescentes da Casa Vó Benedita aprenderão sobre fake news e os riscos da desinformação. O projeto Memórias em Rede é afeto e ressignificação das histórias de vida de cada participante. O afeto está em toda parte por onde passam: rua, esquina, beco, praça, edificação. Tudo se conecta e forma o Memórias em Rede. E quando isso acontece surgem lágrimas, sorrisos e reflexões. O autoconhecimento vem com a memória do outro, com o diálogo e troca.

A 1a Semana Brasileira de Educação Midiática será um dos assuntos na agenda global da Unesco sobre Alfabetização Midiática. O evento reunirá diversas ações realizadas no Brasil visando a promoção de informação de qualidade, senso crítico e a preservação da nossa democracia. A agenda oficial pode ser conferida no site.


50 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page