Construção coletiva, histórias não contadas, manchetes pessoais. Gente. Lugar

INÍCIO > PROJETOS > MEMÓRIAS EM REDE

Projeto Memórias em Rede

Construção coletiva de afeto. Histórias não contadas, manchetes pessoais, gente, lugar, contexto

 

Memórias em Rede é memória, é rede de memória. É afeto. É afeto na memória, memória com afeto. É afeto no lugar. E qual é o lugar do afeto? Está em cada um e em cada parte de um lugar – rua, esquina, beco, praça, edificação, que também se conectam, formando uma rede. O ‘Memórias’ são os jovens que o integram, deflorando-se entre si, com lágrimas, sorrisos e reflexões. Descobrindo-se outros, nos outros, no diálogo, na troca. Na ciranda de histórias. O ‘Memórias’ é também uma família de artistas educomunicadores, entregues aos caminhos da vida, que deságuam em rede. A memória, quando em rede, é um abraço fraterno, simbólico. É um poeta árcade que foge. Foge para o outro, para a descoberta. Acesse o blog do projeto Memórias em Rede e conheça as oficinas, as atividades e os resultados.

Repórteres em busca da Não-Notícia

O projeto é um exercício de cidadania com jovens do Ensino Fundamental que, na função de ‘repórteres’, buscam a história não-oficial – ou a Não-Notícia – dos mais distintos lugares que compõem a cena urbana, sob a ótica de antigos moradores. Os participantes revelam a relação afetiva sujeito-cidade ao conhecerem histórias de cidadãos comuns, significando ou ressignificando o espaço público. Na brincadeira de serem jornalistas, editores, produtores ou youtubers, eles são protagonistas na construção coletiva do conhecimento, resgatando a autoestima, desenvolvendo o sentido de pertencimento por onde vivem e valorizando o património cultural imaterial que há em toda gente.

As Oficinas

As oficinas são realizadas toda semana e contemplam debates, reflexões, práticas de fotografia, edição de vídeos, entrevistas, reportagens, mídias digitais e vivências que transcendem os muros da escola. Vejam as fotos de algumas delas. Para ver mais, vá direto à página do blog.

1/5

Escolas participantes

As atividades do projeto em 2018, 2019 e 2020 ocorrem nas escolas municipais Mário de Almeida Alcântara (à dir), no bairro Valongo, e Avelino da Paz Vieira (à esq.)a, no bairro Vila Nova, em Santos-SP. E se expandem para os territórios.

FOTO_ESCOLA AVELINO DA PAZ VIEIRA.jpeg

UME Avelino da Paz Vieira - Bairro Vila Nova - Santos-SP 

Crédito: Anderson Bianchi

FOTO_ESCOLA MARIO DE ALMEIDA ALCANTARA.j

UME Mário de Almeida Alcântara - Bairro Valongo - Santos-SP

Crédito: Ronaldo Andrade