top of page

Memórias em Rede amplia sua atuação

Contemplado em edital, projeto passa a ser oferecido na Casa Vó Benedita, entidade santista que acolhe crianças e jovens e desenvolve programas de integração social




O projeto Memórias em Rede embarca em uma nova missão. A partir de agora, serão oferecidos trabalhos educomunicativos com crianças e jovens da Casa Vó Benedita, em Santos - espaço que acolhe crianças em situação de risco, abandono ou vítimas de maus tratos da região e desenvolve projetos socioeducativos e culturais voltados para integração social.


A atuação do projeto Memórias em Rede na Casa Vó Benedita é fruto de proposta apresentada ao edital público promovido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), sendo o Instituto Devir Educom a entidade vencedora.


O trabalho visa beneficiar crianças e adolescentes de creches e abrigos da Casa Vó Benedita. Por meio da educomunicação e do "brincar de ser jornalista", o projeto atua no desenvolvimento da criticidade desses estudantes e, principalmente, no senso de cidadania frente ao mundo em que se encontram - físico e virtual.


O processo, guiado pelas memórias afetivas e contextos de meninos e meninas, busca também a valorização pessoal, escolar, familiar e territorial - eixos nem sempre vistos com importância e como referência por eles. Queremos ressignificar isso e, por meio da educomunicação, contribuir para a melhora da autoestima e, consequentemente, da saúde mental de todos os envolvidos, explica a presidente do Instituto Devir Educom, Andressa Luzirão.


Imagens do interior da Casa Vó Benedita



14 visualizações0 comentário
bottom of page