Livro ajuda crianças a identificar fake news

A preocupação com o consumo de fake news por seu filho fez surgir o vilão Fake Nilson e o livro “Esquadrão Curioso – Caçadores de Fake News” do escritor Marcelo Duarte. O menino comentou com o pai que “cheirar pum dos outros aumentaria o tempo de vida das pessoas”, como conta a Folha de S.Paulo. Isso preocupou Duarte, “Falei para ele que não era possível ser verdade”, mas a criança rebateu dizendo que tinha visto a informação em um site.


Capa do livro de Marcelo Duarte



E foi assim que, motivado em ajudar seu filho e outras crianças e a obter delas apoio no combate à desinformação, que surgiu o livro. Ele traz algumas investigações feitas pela turma da escola, como a de um ataque de discos voadores.


A publicação traz também dicas para identificar notícias falsas. “Quando dizem que ninguém está sabendo daquilo ou quando manda a gente espalhar depressa antes que apaguem ou falam que o governo está querendo esconder”, comenta ele. E conclui, na certa é jogada de fake news e, portanto, do vilão Fake Nilson da história. Outra é ver o nome do jornalista que assina a matéria. Se ele não existir, na certa é falso.


Existem ações importantes para eliminar as fake news. Uma delas é da Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD), que integra pesquisadores de universidades, educadores e instituições culturais e de educação, como é o caso do Instituto Devir Educom.


O livro “Esquadrão Curioso - Caçadores De Fake News”, de Marcelo Duarte, é da editora Panda Book, tem 112 páginas e o preço sugerido é R$ 32,90.

14 visualizações0 comentário