Ações do Devir Educom veiculadas nas mais diversas plataformas e canais da imprensa

INÍCIO > DEVIR NA MÍDIA

NA MIDIA_RETORNO DO MEMORIAS EM REDE_29OUT2021.png

Projeto é apresentado em congresso de comunicação na USP

Associação Brasileira de Educomunicação menciona ações do projeto Memórias em Rede

noticia_abpeducom.png

Os alunos do projeto Memórias em Rede foram os protagonistas da matéria do site da Associação Brasileira de Profissionais e Pesquisadores em Educomunicação (ABPEducom) que destaca os cinco vídeos da Campanha de Combate à Desinformação do STF e a participaçãio na Expo Cidades Criativas Brasileiras, que aconteceu em paralelo à XIV Conferência Anual da Rede de Cidades Criativas da Unesco. 

A participação da Campanha do STF é uma parceria do Instituto Devir Educom e da Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD). Os jovens que participam do projeto deram explicações e dicas de como combater a desinformação e as fake news, mostrando, inclusive, como as ações acontecem e são veiculadas em redes sociais e aplicativos de celular.

No evento da Unesco, que aconteceu na cidade de Santos, os alunos chamaram a atenção do público, brincando de ser repórteres, entrevistando autoridades e personalidades presentes. 

Veja aqui a matéria completa.

Protagonismo de alunos do Memórias em Rede em campanha contra desinformação vira noticia no portal da prefeitura de Santos

CAMOPANHA STF_PORTAL PREFEITURA.png

A série de cinco vídeos protagonizados pelos alunos do projeto Memórias em Rede, e que compõem a campanha contra a desinformação do Supremo Tribunal Federal (STF) já começa a ser veiculada e tem destaque no portal da prefeitura de Santos. 

O trabalho de produção foi desenvolvido em conjunto entre o Instituto Devir Educom, a própria prefeitura e o Parquinho Tecnológico da cidade. Os vídeos são veiculados nas redes do STF, na TV Justiça, nos canais da autarquia municipal de Santos e do Devir Educom.

A participação na campanha é uma parceria do Instituto com a Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD).

Veja aqui a reportagem completa.

Reportagem sobre Conferência da Unesco em Santos traz Memórias em Rede como exemplo de projetos que combatem a desinformação
UNESCO_MEMORIAS_SITE DA PREFEITURA.png

"Num mundo cada vez mais conectado, no qual basta ter um celular para se tornar um produtor e emissor de informações, a Educação Midiática aparece como a melhor alternativa para combater fake news e desinformação. E, nessa área, Santos vem fazendo a sua parte, com o Parquinho Tecnológico e o projeto Memórias em Rede."

Assim iniciou o texto da reportagem publicada pela Prefeitura de Santos em que destaca o segundo dia, com o painel Desinformação, Educação Midiática MIL Cities: A Evolução das Cidades Inteligentes e Criativas às Cidades Sensíveis, em que participou o Memórias em Rede. O tema faz parte da programação da Expo Cidades Criativas Brasileiras, que acontece em paralelo à 14a Conferência Anual da Rede de Cidades Criativas da Unesco.

Gravações envolvendo o Memórias em Rede para a campanha de combate à  desinformação do STF é destaque nos portais da Prefeitura de Santos e da Rede de NoticiaZ

Screenshot_1.png

Em parceria com a Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD), o Instituto Devir Educom faz parte de uma campanha de combate à desinformação do Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta ação, os alunos do projeto Memórias em Rede gravaram cinco vídeos educativos com informações e dicas para um ambiente informacional de qualidade. As filmagens aconteceram nos dias 23 e 24 de junho, no Parquinho Tecnológico de Santos e na UME Vinte e Oito de Fevereiro. Os momentos foram destaque em dois portais de notícias. Confira a matéria da Prefeitura de Santos clicando aqui e a matéria da Rede de NoticiaZ aqui.

Screenshot_2.png

Evento do projeto Memórias em Rede acontece na Câmara Municipal e é divulgado pela Prefeitura de Santos

CHAVOSO NA CÂMARA.png

Sob o tema ‘Papo de atitude – um diálogo sobre a realidade do jovem brasileiro’, aconteceu nesta sexta (20) o encontro do youtuber e estudante de Ciências Sociais da USP, Thiago Torres, conhecido como ‘Chavoso da USP’, com alunos de escolas públicas de Santos. O evento foi realizado na Câmara Municipal de Santos-SP e participaram estudantes das escolas municipais Avelino da Paz Vieira e Vinte Oito de Fevereiro e da Estadual Zulmira Campos, todas atendidas pelo projeto Memórias em Rede.

A palestra teve a cobertura jornalística da Secretaria da Educação (Seduc) e pode ser conferida neste link.

A Tribuna de Santos mostra projeto Memórias em Rede como exemplo de combate à desinformação
PAGINA DO JORNAL TRIBUNA_IMAGEM.jpeg

O projeto Memórias em Rede esteve entre as principais reportagens do jornal A Tribuna, de Santos-SP, do dia 27 de março. A jornalista Arminda Augusto dedicou uma página inteira do periódico para tratar do projeto, na perspectiva do combate às fake news e à desinformação.

Ela assistiu a uma das oficinas de educação midiática realizadas na UME Avelino da Paz Vieira, no bairro Vila Nova, Região Central de Santos, e pôde acompanhar de perto as discussões acerca dos temas com os estudantes. Aproveitou também para ouvir a presidente do Instituto Devir Educom, que é mantenedor do projeto, a jornalista Andressa Luzirão.  

A reportagem traz também uma entrevista com a ex-aluna daquela escola e integrante de equipe de produção, a adolescente Ana Beatriz Ribeiro, 18 anos, que contou um pouco do quanto o Memórias em Rede mudou sua vida e lhe deu nova perspectiva.

 

Outra entrevistada foi a secretária de Educação de Santos, a professora Cristina Barletta, que acompanha o projeto desde quando foi criado, lá em 2018. Ela frisou a importância da iniciativa para as escolas e para alunos em situação de vulnerabilidade social.

Você pode acessar o PDF e ler a reportagem completa.

Memórias em Rede é lembrado em reunião da Unesco

MEMORIAS_UNESCO_PREFEITURA_SANTOS_25022022.png

Para a conquista do novo selo de educação da Unesco: MIL City (Media and Information Literacy), cidade que alfabetiza para a mídia e informação, Santos conta com instituições e projetos que corroborem seus objetivos, como é o caso do projeto Memórias em Rede e Instituto Devir Educom, que foi citado em matéria do portal.

 

A reportagem repercutiu o encontro ocorrido na terça-feira (22), entre autoridades do Município e o copresidente da aliança internacional da Unesco em educação midiática, a UNESCO MIL Alliance, Alexandre Sayad.

 

Veja a matéria completa do portal da Prefeitura

Visita ilustre no primeiro dia do projeto Memórias em Rede na escola 28 de Fevereiro

SITE DA PREF_OFICINA_28-FEVEREIRO.png

Na primeira oficina do projeto Memórias em Rede, na Unidade Municipal de Ensino (UME) 28 de Fevereiro, em Santos-SP recebemos a visita da imprensa municipal que acompanhou nossos trabalhos, entrevistou gestores do Instituto Devir Educom e da escola, além de ouvir alunos participantes. Tudo isso resultou em uma reportagem publicada no site da Prefeitura Santista e que você pode acompanhar por aqui.

 

Outro espectador ilustre foi o professor de História Oswaldo José Moreira Soto que aproveitou um intervalo entre suas aulas para prestigiar essa primeira atividade do projeto.

ABPEducom divulga novas ações do projeto Memórias em Rede em sua parceria com a Fapetec
Memorias em Rede_ABPEducom_parceria Fapetec_nov2021.png
O projeto Memórias foi assunto tratado na publicação do site da Brasileira de Profissionais e Pesquisadores em Educomunicação (ABPEducom), por conta da parceria com a Fundação de Apoio a Pesquisa, Educação, Tecnologia e Cultura (Fapetec). Essa conquista resultou na ampliação do projeto para quatro escolas, em vez de duas, como era antes.

"O Instituto Devir Educom ampliou o projeto Memórias em Rede para quatro escolas públicas de Santos (SP). A iniciativa, que leva o jornalismo, a educação midiática e aspectos da memória individual, coletiva e social para espaços formais e não formais de ensino, atua na perspectiva da Educomunicação, na interface entre a comunicação, a educação e a cultura, visando o protagonismo do estudante do século 21. A expansão foi possibilitada a partir de uma parceria com a Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino, Tecnologia e Cultura (Fapetec)."

Segue aqui o texto completo.

Portal da Prefeitura de Santos publica reportagem sobre o reinício das atividades do projeto Memórias em Rede

A retomada do projeto Memórias em Rede, depois do isolamento social devido à Covid-19, foi anunciado pela Prefeitura de Santos, em sua página de notícias. 

A matéria aborda a parceria do projeto com a Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino, Tecnolocia e Cultura (Fapetec), com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e com a Secretaria da Educação (Seduc).

Veja a reportagem completa.

ABPEducom divulga a formação de professores do projeto Memórias em Rede à EJA de Santos

EJA NA ABPEDUCOM.jpg

A Associação Brasileira de Profissionais e Pesquisadores em Educomunicação (ABPEducom) publicou em seu site, as novas atividades do projeto Memórias em Rede. Desde o dia 26 de maio, estão sendo oferecidas oficinas com temas ligados à Educomunicação, como jornalismo na escola, com a utilização da metodologia dos círculos, criada pelo Instituto Devir Educom, responsável pelo projeto, para trabalhar com alunos e professores.

Veja a matéria completa no site da ABPEducom.

Portal da Prefeitura destaca atividade do projeto Memórias em Rede na formação de professores da EJA de Santos

DEVIR_parceriaEJA_arte02_v2 (1).png

O projeto Memórias em Rede foi um dos destaques do portal da Prefeitura de Santos, por conta das oficinas de formação de professores da Educação de Jovens e Adultos do município. O projeto começa a partir de um pilo com atividades oferecidas na UME José Bonifácio, localizada no bairro de Vila Nova. Veja a notícia completa.

Memórias em Rede é destaque em A Tribuna de Santos

CLIPPING MEMORIAS NA TRIBUNA_15OUT2020.j

O Instituto Devir Educom, que entre os gestores tem professores, comemorou a data de 15 de outubro com a publicação de seu projeto mais importante, o Memórias em Rede, no jornal A Tribuna de SantosMotivado pelo ingresso recente do Instituto na Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD), o jornalista Ronaldo Abreu Vaio destacou, em sua coluna desse Dia do Professor, um pouco do trabalho do projeto Memórias em Rede. A matéria mostra atividades em duas escolas santistas, a Mário de Almeida Alcântara (Valongo) e a Avelino da Paz Vieira (Vila Nova), com oficinas de práticas de jornalismo sob a perspectiva da educomunicação.

Gestoras do Devir Educom apresentam  em Podcast o instituto e o Memórias em Rede 

DIARIO DE CLASSE.png

A história de formação do Instituto Devir, bem como a experiência vivida com as oficinas práticas do projeto Memórias em Rede foram contatas pelas educomunicadoras Andressa Luzirão e Ivone Rocha no Podcast Diário de Classe, do professor Raimundo Donato da Silva. Ele integra a diretoria da Associação de Professores da Escola Pública (Apep) e é um dos responsáveis pela organização do USP Escola, evento semestral de formação de professores que acontece na USP. Ouça a entrevista.

CONGRESSO USP ABPEDUCOM.png

Os resultados obtidos com o projeto Memórias em Rede, foram apresentados em outubro/2019 no 1o Congresso de Ensino em Comunicações, Informação e Artes - Processos Criativos em Formação para Cidadania, na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Na ocasião, os gestores do Instituto Devir falaram das experiências e vivências nas oficinas realizadas nas escolas atendidas pelo projeto.

Projeto Memórias em Rede aborda importância de nome e data de nascimento

COMECO DO PROJETO MEMORIAS.jpg

Ao nascer, toda pessoa recebe um nome, que passa a ser sua identidade. Ele é o reconhecimento do sujeito como alguém que existe no mundo. De forma lúdica, esse foi o tom da primeira oficina do projeto Memórias em Rede, realizada sexta-feira (3) com alunos das escolas Mário de Almeida Alcântara (Valongo) e Avelino da Paz Vieira (Vila Nova), que ainda refletiram sobre o valor da data de nascimento. Veja o texto completo no site da Prefeitura de Santos.

Memórias em Rede é lançado em duas escolas de Santos-SP

Memorias_em_Rede_É_Lançado_nas_escolas

Alunos das escolas Mário de Almeida Alcântara (Valongo) e Avelino da Paz Vieira (Vila Nova) serão ‘repórteres’ em busca de histórias particulares de anônimos, antigos moradores, que revelem sua afetividade pela Cidade.

O lançamento do projeto Memórias em Rede, que aconteceu em agosto de 2018 (foto da UME Avelino), foi divulgado no site da Prefeitura de Santos. Veja o texto completo.