Projeto Memórias em Rede inicia formações de profissionais de escolas públicas de Santos



O jornalismo e a educação midiática na escola e o trabalho com memória afetiva nos espaços de ensino sob a perspectiva da Educomunicação foram os assuntos abordados na formação on-line Círculo Memórias em Rede de Oficinas, iniciada pelo Instituto Devir Educom nesta última quarta-feira (20), com a participação de profissionais de quatro escolas públicas de Santos-SP. Foi a primeira oficina do curso que está entre as etapas do projeto Memórias em Rede, cujo intuito é contribuir com a educação dos novos tempos, com a reversão da evasão escolar e da violação de direitos das crianças e adolescentes.


No encontro foram apresentadas a experiência do projeto Memórias em Rede e a Metodologia dos Círculos, criada pelo Instituto Devir Educom, que atua com aspectos da memória individual, coletiva e social e com a educação midiática em quatro pilares: do EU, da FAMÍLIA, da ESCOLA e do TERRITÓRIO.


Sob a ótica do educador Paulo Freire, a metodologia visa um aprendizado significativo e contextualizado com a realidade dos estudantes, de modo que sejam protagonistas na construção coletiva do conhecimento e que desenvolvam e/ou fortaleçam o senso de pertencimento por onde vivem e estudam. A formação ressalta, ainda, a importância de inserir práticas jornalísticas no ambiente escolar para o enfrentamento da desinformação – problema cada vez mais atual e preocupante.



OUTRAS TURMAS


Ao todo serão três turmas da formação ‘Círculo Memórias em Rede de Oficinas’, que terão quatro oficinas em que serão abordados temas como a Tecnologia Social da Memória, do Museu da Pessoa (SP); o trabalho com histórias de vida no ensino; o jornalismo em sala de aula e a educação midiática para a cidadania. Os encontros envolvem práticas que ressaltam aspectos como o protagonismo do aluno como sujeito na escola e no mundo.


Podem participar professores, orientadores educacionais, coordenadores pedagógicos, inspetores, educadores e outros agentes da educação das quatro escolas públicas contempladas pelo projeto - as UMEs Avelino da Paz Vieira, José Bonifácio (ambas no bairro Vila Nova), Vinte e Oito de Fevereiro (Saboó) e a EE Zulmira Campos (Castelo). Interessados de outras escolas públicas podem se inscrever pelo link https://forms.gle/dHXX8shZAqEXHoGAA. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail atendimento@devireducom.org.br.



JORNALISMO NO CHÃO DA ESCOLA


O próximo passo do projeto irá trabalhar diretamente com os alunos das quatro escolas. O Instituto Devir Educom entende que a contribuição dos agentes escolares, formados pelo Círculo, será fundamental para que a transformação proposta seja mais eficaz e completa.


O ‘Memórias em Rede’ é um dos projetos do Instituto que leva o jornalismo para o chão da escola, em consonância com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), atuando com estudantes na função de repórteres. Se quiser conhecer mais sobre este projeto é só clicar AQUI.


Para isso, o projeto utiliza-se de recursos da Comunicação e da tecnologia como canais de expressão e exercício de cidadania em diferentes linguagens, desenvolvendo consciência crítica e responsabilidade social nos alunos quanto ao uso e ao consumo responsável das distintas plataformas de mídia, entendendo-as como partes da cultura contemporânea. O projeto nas quatro escolas conta com parceria e apoio da Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino, Tecnologia e Cultura (FAPETEC).

17 visualizações0 comentário